CESA - Centro de Estudos da Saúde

Especialização em Instrumentação Cirúrgica

Duração: 07 meses (aproximadamente)

TURMAS:

  • Aos Sábados

Horário Integral: 08h às 17:00hrs

Início Previsto:16/03/2019

 

  • Noite nos dias de (Terça e Quinta-feira)

Horário:19h às 22:00hrs

Início Previsto: 09/04/2019

 

  • INVESTIMENTO:

Matrícula *à vista* - R$50,00 Reais / Matrícula  *cartão* - R$55,00 Reais

Mensalidades (6 Parcelas) – R$ 250,00 Reais, porém com o pagamento até o dia 08 de cada mês o valor fica de R$230,00 Reais.

*Os valores em cartão na modalidade Crédito terão acréscimo de 4%, bem como na modalidade Débito terão o acréscimo de 3%.*

 

Requisitos de acesso ao curso

A Especialização Profissional de Nível Técnico em Instrumentação Cirúrgica é oferecida como um curso pós-conclusão para aqueles que possuem Habilitação Profissional de Nível Técnico em Enfermagem. Portanto, os requisitos mínimos exigidos para o acesso ao curso são:

  • Ter concluído a Habilitação Profissional de Nível Técnico em Enfermagem.

Para o ingresso no Curso de Especialização Profissional Técnica em Instrumentação Cirúrgica o candidato, no ato da matrícula deverá apresentar:

Documentação Necessária (XEROX):

  • Cédula de identidade (RG);
  • CPF;
  • Certidão de nascimento (ou casamento);
  • Título de eleitor;
  •  Diploma e Histórico de Técnico de Enfermagem Autenticado em Cartório.

 

É finalidade do Centro de Estudo da Saúde – CESA proporcionar cursos de especialização técnica que atendam as necessidades oriundas do setor produtivo.

O cenário nos mostra um quadro de recursos humanos em que o maior contingente é constituído de profissionais de nível técnico em enfermagem sem formação específica  para atuação nos centros cirúrgicos, fazendo com que estes sejam treinados em serviço pelos profissionais da área médica e outras similares que respondem geralmente pela responsabilidade técnica de campo cirúrgico.  Este fato mostra uma demanda por técnicos que atendam as exigências do mercado e correspondam a um perfil exigido pelo processo de trabalho, e pela única organização de classe intitulada Associação Nacional de Instrumentadores Cirúrgicos- ANIC.

Desta forma pretendemos como ação prioritária, proporcionar a Especialização Técnica em Instrumentação Cirúrgica, tendo em vista os níveis elevados de ofertas de serviços em hospitais de todos os portes. “ Há uma tendência generalizada de aumento da oferta de serviços especializados de profissionais da área de saúde, na medida em que cresce o porte do estabelecimento.

O Pólo Médico do Recife emprega 34,7 mil pessoas de forma direta, vinculadas a 3 mil estabelecimentos instalados no perímetro da Ilha do Leite. Os dados foram obtidos na pesquisa "Dimensão e Significado do Pólo Médico do Recife", realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais aplicadas (IPSA) da Universidade Federal de Pernambuco e Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), em fase de conclusão. As vagas geradas pelo pólo correspondem a 2,2% do total do emprego formal e cerca de 15,6% do emprego industrial formal em Pernambuco. As estatísticas foram obtidas nos relatórios do Ministério do Trabalho e Emprego.

Uma análise mais aprofundada desse panorama aponta para a necessidade de investimento na redefinição dos perfis dos trabalhadores de SAÚDE, o que justifica a implantação do curso. É necessário investir no técnico em instrumentação cirúrgica, não apenas no sentido de se empregarem esforços em favor da formação e de competentes profissionais, mas também de forma a responder pela demanda vigente, movida por nova mentalidade e consciência que se posiciona no Brasil.

É de suma importância a ampliação e modificações constantes no campo de atuação dos profissionais em virtude do surgimento de novas tecnologias e novas técnicas de manipulação operatória.

Objetivos

  • Oferecer um programa que possa atender a necessidade teórica/técnica do profissional da saúde na área da Instrumentação Cirúrgica, contextualizando-o em relação aos fundamentos da profissão.
  • Especializar e fortalecer as situações de ensino / aprendizagem e assim garantir a preparação para o exercício especializado do trabalho.
  • Oferecer uma estrutura curricular de modo a vincular uma especialização técnica a uma preparação real para o mundo do trabalho.

Perfil profissional de conclusão

O profissional do Curso de Especialização Profissional Técnica em Instrumentação Cirúrgica além das atribuições contempladas no código de ética da Enfermagem terão ao final da formação desenvolvido atitudes no desempenho de suas atividades e capacidade de:

  • Atuar na execução de técnicas de instrumentação, sob a supervisão do Enfermeiro de nível superior;
  • Integrar a equipe de saúde no Centro Cirúrgico, com ética, postura profissional e competência;
  • Preparar a sala de cirurgia, com instrumentos adequados para casos específicos de cirurgia;
  • Circular em sala de cirurgia, instrumentalizando com habilidade e presteza, qualquer tipo de cirurgia e com conhecimentos de Anestesiologia;
  • Promover, a seu nível, a humanização da assistência sanitária do paciente, utilizando técnicas de apoio psicológico e de educação sanitária;
  • Zelar pela proteção própria, da equipe e do paciente, bem como dos materiais (durabilidade, armazenamento e esterilização);
  • Aplicar normas de biossegurança, higiene, saúde pessoal e ambiental.

Conteúdo Programático

   Introdução à anatomia humana;

   A anatomia e fisiologia do sistema tegumentar;

Aula expositiva

   A anatomia e fisiologia do sistema locomotor;

  A anatomia e fisiologia do sistema digestório;

Aula pratica e expositiva

  A anatomia e fisiologia do sistema respiratório;

  A anatomia e fisiologia do sistema circulatório;

Aula pratica e expositiva

  A anatomia e fisiologia do sistema urinário;

  A anatomia e fisiologia do sistema reprodutor;

  A anatomia e fisiologia do sistema endócrino;

Aula pratica e expositiva

  A anatomia e fisiologia do sistema nervoso central;

  A anatomia e fisiologia do sistema nervoso periférico;

  A anatomia e fisiologia do sistema nervoso sensorial;

Aula pratica e expositiva

  Bacteriologia e Virologia;

    Aula pratica e expositiva

  Micologia e Parasitologia;

Aula pratica e expositiva

  Histórico do CME, Tipos de CME, Estrutura   organizacional e características dos setores do CME e Métodos de   esterilização;

Aula expositiva

  Métodos de esterilização;

  Métodos de controle de esterilização;

  Embalagens para esterilização;

  Técnica de dobradura de campos cirúrgicos e aventais cirúrgicos   (capotes);

  Técnica de preparo dos pacotes cirúrgicos;

Aula pratica e expositiva

  Conceitos da ética, da moral e da bioética;

  Elementos da ética e bioética;

  Código de ética do instrumentador cirúrgico;

  Direitos e deveres do instrumentador cirúrgico;

  Atribuições do instrumentador cirúrgico;

Aula expositiva

  Apresentar cronograma da disciplina;

  O centro cirúrgico e suas características físicas segundo a RDC nº   50;

  A equipe cirúrgica;

  Anestesias;

  Terminologia cirúrgica;

  Posições cirúrgicas;

Aula expositiva

  Fases cirúrgicas;

  Subdivisões das fases cirúrgicas, suas características;

Aula expositiva

  Procedimentos  executados pela equipe cirúrgica na sala de   cirurgia;

  Degermação das mãos e antebraços;

  Paramentação cirúrgica;

  Praticar:

  Degermação das mãos e antebraços;

  Paramentação cirúrgica;

Aula pratica e expositiva

  Tempos cirúrgicos;

  A ferida cirúrgica;

Aula pratica e expositiva

  A historia e evolução dos instrumentos cirúrgicos;

  Os principais instrumentos cirúrgicos de campo cirúrgico e suas   características;

  Os principais instrumentos cirúrgicos de diérese e suas   características;

Aula expositiva

  Os principais instrumentos cirúrgicos de hemostasia e suas   características;

  Os principais instrumentos cirúrgicos de síntese e suas   características;

Aula expositiva

  Os principais instrumentos cirúrgicos de auxiliares e suas   características;

  Os principais instrumentos cirúrgicos de especiais e suas   características;

Aula expositiva

  Os principais fios e agulhas cirúrgicos, suas indicações e   características;

  Sondas, drenos e cateteres;

Aula expositiva

   Identificação dos principais instrumentos cirúrgicos e suas   características;

  Montagem da mesa de instrumental cirúrgico;

  Montagem do fio cirúrgico;

  Sinalização e manejo dos instrumentos cirúrgicos;

Aula pratica e expositiva

  Praticar sobre:

      - Identificação dos principais instrumentos cirúrgicos e suas   características;

     - Montagem da mesa de instrumental cirúrgico;

     - Sinalização e manejo dos instrumentos cirúrgicos;

Aula pratica

  Praticar sobre:

      -  Identificação dos principais instrumentos cirúrgicos e suas   características;

      - Montagem da mesa de instrumental cirúrgico;

      -  Montagem do fio cirúrgico;

      - Sinalização e manejo dos instrumentos cirúrgicos

Aula pratica

  O nó cirúrgico;

  Padrões de sutura, suas indicações e características;

  Auxilio do instrumentador ao cirurgião na execução das suturas;

Aula expositiva

  Praticar sobre:

  - Identificação dos principais instrumentos cirúrgicos e suas   características;

     - Montagem da mesa de instrumental cirúrgico;

     -  Montagem do fio cirúrgico;

     - Sinalização e manejo dos instrumentos cirúrgicos;

Aula pratica